sexta-feira, 20 de abril de 2012

Dois +4



Primavera

The Gift

Sábado à noite não sou tão só
Somente só
A sós contigo assim
E sei dos teus erros
Os meus e os teus
Os teus e os meus amores que não conheci


Parasse a vida
Um passo atrás
Quis-me capaz
Dos erros renascer em ti


E se inventado, o teu sorriso for
Fui inventor
Criei o paraíso assim


Algo me diz que há mais amor aqui
Lá fora só menti
Eu já fui de cool por aí
Somente só, só minto só


Hei-de te amar, ou então hei-de chorar por ti
Mesmo assim, quero ver te sorrir...
E se perder vou tentar esquecer-me de vez, conto até três
Se quiser ser feliz...


Se há tulipas
No teu jardim
Serei o chão e a água que da chuva cai
Para te fazer crescer em flor, tão viva a cor
Meu amor eu sou tudo aqui...


Sábado à noite não sou tão só
Somente só
A sós contigo assim
Não sou tão só, somente só






Sempre serei assim como uma tulipa que floresce no tempo frio e apesar de delicada sobrevive a tudo.
Hoje estou triste e o amanhã será mais fácil porque as lágrimas de hoje trarão a felicidade de amanhã.

Sem comentários:

Enviar um comentário